] Jornal Correio Popular
Ji-Paraná(RO), 28/10/2021 - 17:20
JORNAL CORREIO POPULAR DE RONDôNIA - Fone: 69-3421-6853 - E-mail: redacao@correiopopular.com.br


COSTA MARQUES
Sedam promove ação para orientar sobre descarte do lixo e queimadas

Data da notícia: 2021-09-20 18:25:26
Foto: Assessoria/Divulgação
Turistas são orientados pelas equipes quanto descarte do lixo e a pesca predatória

O Governo de Rondônia, por meio da CoordTuristas são orientados pelas equipes quanto descarte do lixo e a pesca predatóriaenadoria de Educação Ambiental (Ceam) da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam) em parceria com o Corpo de Bombeiros (CBM), tem realizado o trabalho de conscientização ambiental em relação às queimadas e ao descarte de lixo nas comunidades ribeirinhas. Entre os diversos objetivos, um deles é a de promover a saúde da população e faz parte do Plano de Preservação do Meio Ambiente.

O trabalho realizado pela Ceam consiste em fomentar a educação ambiental, sensibilizando a população ribeirinha, quilombola e até mesmo os turistas quanto à preservação dos recursos naturais, despertando interesse nos mecanismos de eliminação dos resíduos sólidos.

A Ceam, juntamente com o Corpo de Bombeiros, visitou na última semana a Reserva Extrativista de Pedras Negras, onde foram desenvolvidas ações no rio Guaporé, a fim de conscientizar turistas a respeito do descarte de lixo e a pesca predatória.

A orientação vem para que, ao finalizar seus momentos de lazer, todos possam recolher o lixo (garrafas, sacolas plásticas, papeis), ensacar e levar para um aterro sanitário. As ações também alcançaram as comunidades ribeirinhas que, além do descarte de lixo, foram orientadas quanto à prevenção e combate às queimadas e os problemas causados pela fumaça.

De acordo com a gerente do Escritório Regional de Costa Marques, Jemylly Duarte, é importante “a conscientização sobre as queimadas e a conservação do rio Guaporé. Existem formas de coleta desses resíduos gerados por moradores ribeirinhos que, quando aplicadas no dia a dia, podem gerar a qualidade de vida desses moradores”.

Jemylly também destaca a aceitação demonstrada pelos moradores para aplicar as orientações. “Alguns moradores já realizam a compostagem da matéria orgânica para uso nas hortas, bem como fazem a separação de resíduos, como latas de cerveja que são vendidas para os barqueiros compradores de alumínio que passam pela Resex”.


Fonte: João Antônio Alvesc - Assessoria.


Compartilhe com seus amigos:
 




www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.