] Jornal Correio Popular
Sexta-feira, 22 / 01 / 2021
JORNAL CORREIO POPULAR DE RONDôNIA - Fone: 69-3421-6853 - E-mail: redacao@correiopopular.com.br


ARIQUEMES
Dois detentos morrem em fuga de presídio

Data da notícia: 2020-08-04 10:23:48
Foto: Assessoria/Divulgação
No vídeo da câmera de segurança da penitenciária é possível ver o momento em que os presos correm no pátio da unidade

Dois detentos morreram e outros dois ficaram feridos, após uma fuga em massa do Centro de Ressocialização de Ariquemes, no domingo (2). Segundo a Secretaria de Estado de Justiça (Sejus) sete presos conseguiram fugir do local.

No vídeo da câmera de segurança da penitenciária é possível ver o exato momento em que os detentos correm no pátio da unidade, escalam as duas grades de segurança e o muro e fogem. Os presos que conseguiram escapar são suspeitos de integrar facções criminosas.

De acordo com a Delegacia de Homicídios, dois detentos foram mortos e dois ficaram gravemente feridos, durante a tentativa de fuga.
Conforme informações de agentes penitenciários, os detentos das celas B14 e B18 cerraram as grades e correram até a parte externa da unidade.
Na correria, um agente penitenciário atirou contra os presidiários, após desobediência da ordem de parada.

Dois foram atingidos com os tiros e morreram no local. Outros dois apenados também foram baleados e precisaram ser transferidos para atendimento em Porto Velho, devido complicações no estado de saúde.

O comando da Polícia Militar (PM) informou que a segurança pública da cidade foi acionada para ficar em alerta e o policiamento ao redor do presídio foi reforçado para garantir a segurança.

Na tarde de segunda-feira (3), a Sejus, por meio da corregedoria, informou ter iniciado uma apuração minuciosa.
A pasta informou que “independente das circunstâncias, a morte de qualquer pessoa não é objetivo da atuação do estado no cumprimento de suas obrigações”.

Segundo a secretaria, a corregedoria abriu investigação, a fim de verificar as condutas e a realização dos procedimentos de segurança no Centro de Ressocialização de Ariquemes. A apuração minuciosa será sem prejuízo da apuração na esfera criminal.

“A Secretaria de Justiça lamenta que a situação em questão tenha obtido como uma das consequências a morte de duas pessoas privadas de liberdade, haja vista que, independente das circunstâncias, a morte de qualquer pessoa não é objetivo da atuação do estado no cumprimento de suas obrigações”, afirma a pasta por meio de nota oficial.

A Sejus ainda disse que a Equipe de Inteligência da Secretaria e o Grupo de Ações Penitenciárias Especiais (Gape) trabalham em conjunto com a Polícia Civil (PC) e Militar para recapturar os foragidos.

“Por fim, asseveramos mais uma vez o compromisso da Sejus no cumprimento da lei, na melhoria do sistema penal e principalmente no respeito à dignidade da pessoa humana”, diz em nota.


Fonte: G1 Rondônia


Compartilhe com seus amigos:
 




www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.