] Jornal Correio Popular


Sábado, 16 / 01 / 2021
JORNAL CORREIO POPULAR DE RONDôNIA - Fone: 69-3421-6853 - E-mail: redacao@correiopopular.com.br


BRUTALIDADE
Jovem é encontrado morto com corda no pescoço

Data da notícia: 2019-04-09 17:58:35
Foto: Divulgação
Vítima, de 17 anos, possui diversas passagens pela polícia por roubos e furtos na região de Jaru

A Polícia Militar (PM) registrou, na manhã de quinta-feira (4), um suposto crime de homicídio, ocorrido em uma fazenda localizada no travessão que liga a Linha 646 à 648, na região do distrito de Colina Verde, zona rural de Governador Jorge Teixeira.
Na segunda-feira (8), a PM tomou conhecimentos de um vídeo circulando em redes sociais, onde um menor aparece com as mãos amarradas para traz, enquanto dois homens o conduzem por uma estrada vicinal. Um terceiro suspeito fez a filmagem antes da execução do jovem.
O menor, que residia na região de Tarilândia e possui dezenas de passagens pela polícia, foi encontrado com sinais de espancamento, enforcado e amarrado na porteira de uma fazenda.
Ainda conforme levantado, a vítima foi encontrada por pessoas que trabalham nas redondezas, que estavam voltando do trabalho para o almoço e perceberam o rapaz amarrado e preso na uma régua da porteira, tendo uma corda amarrada no pescoço e já sem vida.
Após ser acionada, a guarnição da PM de Colina verde, com o apoio de policiais do destacamento de Gov. Jorge Teixeira, deslocou-se até o local e constatou a veracidade das informações.
Antes de ser amarrado e enforcado na porteira onde foi encontrado, o jovem, ao que aparenta foi brutalmente torturado, já que em seu corpo e rosto havia a presença de diversos hematomas.

Imagens antes do crime
Nas imagens, a vítima aparece com as mãos amarradas para trás e dominado por dois homens com camisas amarradas no rosto, o terceiro suspeito filma toda a ação. Eles aparentam estar em uma estrada vicinal e supostamente caminham levando a vítima para o local em que seria executado.
No vídeo, é possível verificar que a vítima não esboça nenhuma reação, seus algozes demonstram tranquilidade e sorriem durante a ação, em dado momento eles ajoelham o menor e amarram uma camisa em seu rosto e em seguida seguem caminhando, eles o escoltaram com uma arma tipo espingarda.
Procurada, a Policia Civil em Jaru, comunicou que já está em poder da mídia e por meio de seu serviço de investigação vem trabalhando para elucidar mais este crime.


Fonte: Divulgação


Compartilhe com seus amigos:
 




www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.