FALE CONOSCO     |     INTRANET     |      QUEM SOMOS
 Conheça a revista PONTO M  
SIGA O CP       ANUNCIE AQUI

Boa noite! Segunda-feira, 22 / 01 / 2018
PROJETO
Atos sexuais em público podem se tornar crime
Um projeto apresentado na Câmara dos Deputados torna crime a prática de ato libidinoso em ambientes públicos na presença de outra pessoa, com ou sem seu consentimento. De autoria do deputado federal Marcos Rogério (DEM), a proposta apresentada nesta terça-feira (5) estabelece a pena de reclusão de dois a quatro anos para atos libidinosos, ou conjunção carnal, a fim de satisfazer lascívia própria, ou de outrem. A pena é acrescida em dois terços se o crime for cometido em transporte público, local público aberto, ou com aglomeração de pessoas. A proposta foi apresentada após a repercussão da notícia de que o juiz José Eugênio de Amaral Souza decidiu soltar o suspeito Diego de Ferreira Novais, preso em flagrante após ejacular no pescoço de uma passageira, em um ônibus na avenida Paulista, em São Paulo. Segundo entendimento do magistrado, o ato praticado não configurava crime, e sim uma contravenção de importunação ofensiva ao pudor. Três dias depois de ser solto, o homem foi preso novamente por ato obsceno. “É necessário diferenciar o crime da importunação ofensiva ao pudor. Essa é uma forma de evitar o que ocorreu em São Paulo, quando um magistrado se vê obrigado a liberar um suspeito por não haver na clareza na Constituição. O projeto garante a justa e adequada punição criminal do suspeito que praticar tais crimes”, salientou Marcos Rogério....


Compartilhe com seus amigos:





www.correiopopular.com.br
Copyright - EMPRESA JORNALÃ￾STICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.