FALE CONOSCO     |     INTRANET     |      QUEM SOMOS
 Conheça a revista PONTO M  
SIGA O CP       ANUNCIE AQUI

Boa madrugada! Sexta-feira, 19 / 01 / 2018
Rodrigo Britto
1º de Maio, Dia do Trabalhador
Nós, trabalhadores, comemoramos o 1º de Maio com festa, sim. Por tudo que conseguimos avançar, com suor e luta, em termos políticos, econômicos e sociais, em cultura e lazer. Mas fazemos do 1º de Maio um dia de reflexão. Afinal é uma data para homenagear os que tombaram e a todos que lutaram e continuam enfrentando a exploração da força de trabalho pelo Capital em busca do nosso bem-estar e de nossos familiares. É também uma ocasião para reavaliarmos nossas ações e traçarmos nossas futuras batalhas para avançar por mais qualidade de vida e trabalho e para construção de uma sociedade justa, democrática e solidária. Por isso, neste ano em que comemoramos os 30 anos de fundação da CUT, estamos realizando uma atividade diferente em homenagem ao Dia do Trabalhador: no dia 30 de abril, lançamos a Agenda Positiva da Classe Trabalhadora. Por meio dela, apresentamos uma série de eventos festivos, culturais, de entretenimento e de confraternização que serão realizados pelos 80 sindicatos filiados no DF e no Entorno. Essas atividades são combinadas com Plenárias de sindicatos em cada município da Região Integrada de Desenvolvimento Econômico do DF e Entorno (Ride), um inédito e rico espaço de aproximação, envolvimento e participação coletiva dos dirigentes sindicais. A Agenda Positiva e esse processo de consulta às bases culminarão com a Assembleia Geral da Classe Trabalhadora no dia 5 de junho. Nesta data o conjunto dos trabalhadores e trabalhadoras do DF e Entorno se reunirão em massa em Brasília pra definir a Plataforma de Lutas, com as principais reivindicações da classe trabalhadora neste ano. Esse 1º de maio representa assim um novo salto para a CUT Brasília e os Sindicatos filiados, que reverenciam a memória dos que nos antecederam nas lutas ao mesmo tempo em que firmam compromisso de seguir o embate pela conquista de muito mais avanços para a classe trabalhadora. Pra gente nunca esquecer! O Dia do Trabalhador foi instituído para simbolizar a luta dos trabalhadores ao longo da história por melhores condições de trabalho e de vida. O 1ª de maio foi escolhido porque marca a greve e as grandes manifestações realizadas em 1886 por trabalhadores na cidade americana de Chicago. Os grevistas protestavam contra as condições desumanas de trabalho e a carga horária de trabalho que atingia até 13 horas diárias. Como acontece ainda em muitos locais, o movimento foi indevidamente criminalizado e a polícia entrou em confronto com os trabalhadores em defesa dos patrões e do Capital, resultando na morte de diversos manifestantes. Foi a Revolta de Haymarket. Instituído na França em 1889, por socialistas e trabalhistas durante congresso da Segunda Internacional, o Dia do Trabalhador foi adotado por dezenas de países. No Brasil, a data foi consolidada em 1924 no governo de Artur Bernardes. Dia do Trabalhador é, portanto, data para comemorarmos sim as vitórias. Mas é também para reafirmarmos os propósitos dos que iniciaram e realizaram as lutas e celebrarmos a memória dos que tombaram pelos sonhos de dignidade e justiça. Rodrigo Britto - Presidente da Central Única dos Trabalhadores - CUT Brasília...


Compartilhe com seus amigos:





www.correiopopular.com.br
Copyright - EMPRESA JORNALÃ￾STICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.