FALE CONOSCO     |     INTRANET     |      QUEM SOMOS
 Conheça a revista PONTO M  
SIGA O CP       ANUNCIE AQUI

Boa noite! Quinta-feira, 18 / 01 / 2018
DESAFIO
Ji-Paraná realiza conferência de saúde da mulher

Data da notícia: 2017-04-28 18:37:49
Foto: Assessoria
Evento foi promovido pela Prefeitura de Ji-Paraná e Conselho Municipal de Saúde
(Da Redação) A 1ª Conferência Municipal de Saúde da Mulher foi um marco na história de Ji-Paraná. Pela primeira vez, mulheres de todos os seguimentos da sociedade participaram de palestras e debates sobre “Os desafios para integralidade com equidade na saúde da mulher”.

A conferência foi organizada pela Prefeitura de Ji-Paraná e Conselho Municipal de Saúde nos dias 27 e 28 de abril, no auditório da Coordenadoria Regional de Educação (CRE).

A exposição contou com uma série de palestras com médicas especialistas, enfermeiras, procuradora do Ministério Público do Trabalho, psicóloga e defensora pública.

Os temas foram diversos como políticas públicas para mulheres e a participação social; o mundo do trabalho e suas conseqüências na saúde da mulher; e o papel do estado no desenvolvimento socioeconômico e ambiental e seus reflexos na vida e na saúde das mulheres.

O secretário municipal de Saúde, Renato Fuverki, abriu oficialmente a conferência enfatizando que não basta conhecer os direitos das mulheres, é preciso reivindicá-los, saber como usá-los, principalmente o direto a saúde.

”E para isso estamos ampliando e melhorando cada vez mais o atendimento as mulheres na rede pública de saúde do município. Contratando mais profissionais e construindo centros de especialidades. Uma conquista é o Centro de Parto Normal, construído ao lado do Hospital Municipal. A previsão é que seja inaugurado nos próximos 120 dias”, garantiu o secretário.

Segundo o presidente do Conselho Municipal de Saúde, José Maria Alves Costa, a participação da sociedade é muito importante nas discussões. “Vamos a partir dos debates, elaborar diretrizes que nortearão as políticas públicas municipais direcionadas à saúde da mulher nos próximos quatro anos em Ji-Paraná”, explicou.

O vice-presidente do Conselho Estadual de Saúde, João Maia, participou do encontro e explicou que as questões abordadas em Ji-Paraná serão levadas a Porto Velho na conferência estadual. Os assuntos mais importantes do estado deverão chegar à etapa nacional.

“Esse momento é importante para o município e o estado. Discutir sobre o que temos avançado e o que precisamos melhorar é primordial para melhorar o atendimento à mulher, principalmente no setor da saúde. Hoje poderemos personalizar o atendimento a saúde da mulher como forma de garantia de que elas tenham um tratamento adequado”, ressaltou João Maia.

O presidente da Câmara dos Vereadores de Ji-Paraná, Afonso Cândido, afirmou que a 1ª Conferência da Saúde da Mulher é um momento histórico para o município. Nunca se falou, debateu e se preocupou tanto com a saúde da mulher. “O Poder Legislativo oferece todo o apoio a essa causa”, sustentou.

Para a coordenadora do Programa Estratégico de Saúde da Família, Marlene Alencar, as mulheres têm muitos direitos, mas geralmente não sabem disso ou quando têm conhecimento, têm medo de exercê-los.

“Esta conferência é um espaço político de debates de idéias, de enraizamento de valores e práticas para o desenvolvimento e estímulo do crescimento da força da mulher e que contribua para o avanço do controle social”, acrescentou.


Fonte: Assessoria


Compartilhe com seus amigos:





www.correiopopular.com.br
Copyright - EMPRESA JORNALÃ￾STICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.