FALE CONOSCO     |     INTRANET     |      QUEM SOMOS
 Conheça a revista PONTO M  
SIGA O CP       ANUNCIE AQUI

Boa noite! Quinta-feira, 18 / 01 / 2018
BOAS PRÁTICAS
Produtores aprendem sobre higiene sanitária

Data da notícia: 2017-03-24 18:42:06
Foto: Emater-RO/Divulgação
Participantes do curso comercializam produtos para a merenda de escolas públicas
(Da Redação) Produtores rurais que trabalham com manipulação de produtos de origem vegetal e animal participaram, de 13 a 17 deste mês, no município de Ji-Paraná, do curso sobre Boas Práticas de Fabricação (BPF) de alimentos.

O evento realizado pela Empresa Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) teve por objetivo orientar sobre procedimentos higiênico-sanitários instituídos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Os agricultores já comercializam os produtos nas escolas públicas, pelo PNAE.

Muitos produtores rurais, aproveitando o excedente de suas lavouras, manipulam produtos, como doces, polpas de frutas, panificação, leite, queijo e processamento de mandioca com o intuito de aumentar sua renda.

A exigência do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) é que todos que trabalham com a agroindústria ou processam alimentos precisam apresentar o certificado de boas práticas.

?As boas práticas apresentam um conteúdo de extrema necessidade para garantir a qualidade dos alimentos processados e comercializados?, disse a extensionista da Emater, Margareth Regalado, coordenadora do curso.

As BPF?s abrangem um conjunto de medidas que devem ser adotadas pelas indústrias de alimentos para garantir a qualidade sanitária e a conformidade dos produtos alimentícios com os regulamentos técnicos.

A legislação sanitária federal, da Anvisa, ligada ao Ministério da Saúde, regulamenta essas medidas aplicáveis a todo tipo de indústria de alimentos. Pelo curso oferecido pela Emater, o produtor rural teve a oportunidade de conhecer e se manter atualizado quanto aos procedimentos higiênico-sanitários exigidos.

O produtor rural Wilson Mantovanelli, participante do curso, disse que instalou uma agroindústria de polpas de frutas na região, e produz cerca de 250 quilos/polpa, diariamente. Para ele, o negócio familiar só tem crescido porque investiu na legalização do empreendimento. ?A aplicação da legislação é muito importante para a segurança do nosso produto?, afirmou.

O curso de capacitação em BPF de alimentos é realizado anualmente pela Emater para que os produtores rurais possam sempre estar atualizados sobre as alterações em relação à legislação e à manipulação correta dos alimentos.

?Já houve alteração para este ano?, disse Mantovanelli, completando que além de ficar atualizado, aprender sobre as boas práticas dá condições de ter segurança para produzir, garantir a qualidade e a fidelização do cliente.

O curso contou com a participação de 37 produtores rurais que estão trabalhando com processamento, manipulação e comercialização dos produtos da agroindústria familiar. A maioria desses agricultores já está comercializando seus produtos nas escolas públicas, através do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), onde entregam polpas de frutas, iogurte, pães, bolos, biscoitos, mandioca descascada e leite.


Fonte: Wania Ressutti ? Assessoria.


Compartilhe com seus amigos:





www.correiopopular.com.br
Copyright - EMPRESA JORNALÃ￾STICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.