FALE CONOSCO     |     INTRANET     |      QUEM SOMOS
 Conheça a revista PONTO M  
SIGA O CP       ANUNCIE AQUI

Boa tarde! Quarta-feira, 17 / 01 / 2018
CRISE DA CARNE
Operação Carne Fraca prejudica pecuária do Vale do Guaporé

Data da notícia: 2017-03-24 18:30:22
Foto: Bernardo Santos JCV/Divulgação
Empresários estão tendo prejuízos diários depois da operação
(Da Redação) O momento difícil que a economia brasileira atravessa, teve nos últimos dias a situação agravada por causa operação da Policia Federal denominada ?Carne Fraca? e que tem como alvo, fraude nas fiscalizações e na qualidade do produto comercializado.

Embora a operação tenha atingido diretamente algo em torno de pouco mais de duas dezenas de industrias, o reflexo foi imediato e atingiu todo o mercado da produção de carne e embutidos. Também as atividades correlatas, como a cadeia produtiva e logística de transporte sofreu um impacto enorme.

A região do Vale do Guaporé, que tem sua economia baseada na agropecuária, não seria diferente e também não ficaria isenta das consequências, mesmo não tendo nenhum dos frigoríficos instalados na região inseridos na relação das empresas suspeitas.

Um exemplo disto é a empresa MR Transportes Ltda, estabelecida na cidade de São Miguel do Guaporé, de propriedade do empresário Magno Roberto de Castro e especializada no transporte de bovinos, tendo inclusive contrato com o Frigorifico JBS de São Miguel e de Vilhena.

O empresário tem 70 veículos, entre caminhões e carretas, e amarga um prejuízo diário de mais de R$ 20 mil com a frota parada, uma vez que os frigoríficos reduziram drasticamente o abate. Segundo Magno Roberto, a redução gira em torno de aproximadamente 50 por cento ou mais.

Outro exemplo, são as instalações do JBS em São Miguel do Guaporé que abatiam diariamente mil cabeças, hoje abate a metade do total e tende a baixar mais, uma vez que suspendeu os agendamentos aos pecuaristas.

O empresário afirmou que se permanecer a situação, o impacto na economia regional será grande, em especial nos municípios de São Francisco do Guaporé e Costa Marques onde a economia é quase que em sua totalidade alicerçada na pecuária de corte, onde concentra-se as maiores fazendas que abastecem o mercado de carne. Mas também lembrou que só a JBS emprega no estado quase dois mil trabalhadores e que eles vivem no momento um clima de total insegurança.

Pecuaristas da região confirmaram a apreensão com a crise que se abateu sobre o setor, uma vez que a agropecuária era o nicho empresarial, em que os efeitos da crise econômica não eram sentidos com tanta intensidade.


Fonte: Assessoria


Compartilhe com seus amigos:





www.correiopopular.com.br
Copyright - EMPRESA JORNALÃ￾STICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.