FALE CONOSCO     |     INTRANET     |      QUEM SOMOS
 Conheça a revista PONTO M  
SIGA O CP       ANUNCIE AQUI

Boa tarde! Segunda-feira, 22 / 01 / 2018

OCORRÊNCIAS POLICIAIS
Assassino é preso Depois de 24 horas em liberdade, E.S.M. foi preso novamente por força de um Mandado de Prisão, expedido somente no final da tarde da última terça-feira (11). O acusado E.S.M. se apresentou na Delegacia de Polícia na última segunda-feira, dia 09, onde confessou ter matado sua ex-amásia com golpes de faca. Ele também assumiu a tentativa de homicídio contra seu ex-cunhado ocorrido naquele mesmo dia. Morosidade Devido a morosidade do sistema judiciário, a Prisão Preventiva não foi expedida na segunda-feira, logo após as oitivas na Delegacia da Polícia Civil. Mesmo com o empenho do Delegado de Polícia Dr. Rildo Maciel e da sua equipe do Sevic, não foi possível deixar o homicida confesso atrás das grades. Sem almoço e até mesmo sem dormir, os Policiais Civis e os familiares das vítimas foram obrigados a ver o homicida sair da delegacia pela porta da frente, sentindo uma grande sensação de impunidade. Tenta fugir Aproveitando esta ?brecha? na Lei, o assassino confesso E.S.M. saiu da cidade e ficou alojado na casa de seus familiares, em um sítio próximo ao município de Castanheiras. Graças ao belíssimo trabalho de investigação do Sevic da 2ª DP e após algumas incansáveis horas, o foragido foi localizado. Com o acusado, os Policiais encontraram uma mala grande contendo muitas roupas e pertences pessoais, deixando a transparecer uma pretensão de fuga. Preso em flagrante No último dia 31/05, a Polícia Civil de Machadinho do Oeste prendeu em flagrante R. F. M. de 21 anos, acusado do crime de tráfico de drogas e A.J.S. de 23 anos, acusado de porte ilegal de arma de fogo. Naquela data, os policiais civis de Machadinho foram averiguar um homicídio ocorrido no Distrito de 5º BEC. A vítima do homicídio, C.P. vulgo ?Catetinho?, foi encontrado na casa de R.F.M. Já havia investigações que davam conta de que a referida casa, onde o corpo foi encontrado, seria um suposto ponto de venda de drogas. A equipe encontrou nos bolsos da vítima uma pedra de crack. Drogas e arma Diante dos fatos foi feita uma revista minuciosa no local onde os policiais encontraram dentro da residência objetos, provavelmente, utilizados no endolamente de entorpecente. Na parte externa, foram encontradas algumas ?trouxinhas de crack?. Em seguida, os policiais se deslocaram a outra residência de R.F.M. Durante a revista nesta casa encontraram sete munições deflagradas calibre 38. Neste momento, uma moto com dois indivíduos aproximou-se do local e, estes foram abordados pelos agentes. Durante revista pessoal nestes dois, os policiais encontraram com A.J.S. um revólver calibre 38, carregado com 06 munições intactas, além de 12 munições do mesmo calibre em seu bolso. Roubo a pedestre Por determinação da Central de Operações da Polícia Militar, uma guarnição de Rádio Patrulha se deslocou até a Avenida 2 de Junho, próximo a BR-364 no centro de Cacoal onde foi feito contato com a solicitante, que relatou que acabara de ser furtada por dois indivíduos e passou todas as características físicas dos suspeitos, bem como as vestes que os mesmos estariam trajando. Diante da denúncia, a guarnição intensificou o patrulhamento pelas proximidades e localizou duas pessoas com as mesmas características informadas pela vítima, trafegando a pé pela Rua General Osório entre as Avenidas 2 de Junho e Porto Velho. Durante a revista pessoal, os PM?s encontraram em posse dos mesmos, uma sandália marrom, uma garrafa de whisky, uma caixa de sabonetes, duas bermudas masculinas, dois pares de chinelos, R$ 5 reais em espécie e alguns cosméticos. Suspeitos presos Os suspeitos se identificaram como F.A.S. H. de 24 anos, e V.A. de 25 anos. Ambos foram reconhecidos pela vítima, contudo ela informou que eles haviam subtraído apenas a quantia de R$ 35 reais e desconhecia os demais produtos encontrados com eles. A dupla recebeu voz de prisão e foi conduzida até a Delegacia de Polícia Civil, onde foi lavrado o BOP de furto e em seguida foram apresentados ao delegado de plantão, que deverá apurar a real procedência de todos aqueles produtos que provavelmente são oriundos de furto. A Polícia pede para quem reconhecer os objetos, que compareça até a Delegacia para que sejam restituídos ao verdadeiro proprietário. ...


Compartilhe com seus amigos:





www.correiopopular.com.br
Copyright - EMPRESA JORNALÃ￾STICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.