FALE CONOSCO     |     INTRANET     |      QUEM SOMOS
 Assine a revista PONTO M  
SIGA O CP       ANUNCIE AQUI

Bom dia! Quarta-feira, 17 / 01 / 2018
CHEIA
Nível do Machado supera a marca dos 9 metros

Data da notícia: 2017-12-28 12:15:39
Foto: Assessoria/Divulgação
O nível do rio Machado deve ultrapassar a marca dos 10 metros em janeiro e entrar no nível de alerta da Defesa Civil
O nível do rio Machado superou a marca dos 9 metros de profundidade. Segundo medição realizada pela Agência Nacional de Águas (ANA), o nível do rio marcou 9,10 metros na quarta-feira (27), o que estaria dentro do previsto para esta época do ano.
O Corpo de Bombeiros acredita que a profundidade do rio deve ultrapassar os 10 metros durante o mês de janeiro e entrará no nível de alerta da Defesa Civil de Ji-Paraná. Após a marca, os Bombeiros começam a emitir notificações à população ribeirinha para evitar que os moradores sejam surpreendidos com a subida das águas.
João Ribeiro é morador ribeirinho há muitos anos e contou como costuma evitar prejuízos com a alta do rio Machado.
“Quem já mora aqui há muito tempo aprendeu a conviver com a cheia do rio. As causas são construídas altas do chão para evitar que a água invada nossas casas, além de levantar os móveis para que, mesmo que a água entre, não molhe nada dentro de casa”, assegurou Ribeiro.
Nos anos de 2015 e 2016, diversas famílias precisaram ser retiradas de suas residências e encaminhadas provisoriamente aos ginásios Adão Lamota e Gerivaldo José de Souza (Gerivaldão). Em 2017, o Corpo de Bombeiros não registrou casos de inundação em residências.
“Em 2015, eu precisei deixar minha casa, a cheia de 2016 não chegou, pois eu moro em uma parte um pouco mais alta. É difícil deixar nossa casa para trás, mesmo que seja por pouco tempo”, garantiu o morador ribeirinho.

Menor Nível
Em novembro deste ano, o nível do rio Machado igualou a menor marca registrada pela ANA desde 2004, ano em que foi iniciada a medição da profundidade do rio.
O rio marcou 6,38 metros de profundidade, ficando apenas 6 centímetros acima do limite mínimo aceitável pela Vigilância Sanitária.


Fonte: Assessoria


Compartilhe com seus amigos:





www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.