FALE CONOSCO     |     INTRANET     |      QUEM SOMOS
 Assine a revista PONTO M  
SIGA O CP       ANUNCIE AQUI

Boa tarde! Quarta-feira, 17 / 01 / 2018
SETOR PRODUTIVO
Plantio de soja expande pelo Vale do Guaporé

Data da notícia: 2017-12-20 11:36:55
Foto: Assessoria/Divulgação
O produtor Luiz da Vitória está disposto a adquirir mais equipamentos pesados para melhorar a produtividade da soja
Com a média de 60 a 70 sacos colhidos por hectare, o plantio de soja avança na região do Vale do Guaporé e sinaliza como mais uma alternativa ao setor produtivo. A região se destaca em Rondônia pela alta produtividade de inhame, mas as lavouras de urucum e do café clonal também prosperam.
O Vale do Guaporé é o responsável por 33 mil hectares de soja plantada e o município de São Miguel do Guaporé é o segundo maior produtor de Rondônia, atrás de Alta Floresta do Oeste, na zona da mata.
O produtor Luiz da Vitória, de São Francisco do Guaporé, é um dos investidores desse segmento. Nos últimos três anos, ele trocou boa parte da pecuária pela soja. São 500 hectares do grão plantados na propriedade dele, localizada a menos de 6 quilômetros do centro do município. O objetivo dele é ampliar.
Durante 21 anos, Luiz da Vitória só trabalhava com a pecuária. Nos últimos três anos, ele resolveu experimentar outra atividade. Foi no plantio de soja que descobriu ser mais vantajoso financeiramente.
“A lavoura de soja é mais rentável que a criação do gado, mas dá pra trabalhar as duas fontes por meio da integração lavoura pecuária”, falou o produtor, que cria 250 cabeças de gado e já está preparando outra área para aumentar a produção da soja. “O arroz ocupa uma área equivalente a 3 km”, detalha Luiz, explicando que antes de plantar a soja a área é ocupada primeiro com o plantio de arroz, que após a colheita a palha se transforma em adubo para soja.
Em visita à propriedade de Luiz da Vitória, na segunda-feira (18), o secretário estadual de Agricultura, Evandro Padovani, destacou o crescimento do plantio do grão em Rondônia.
“O soja tem um excelente mercado e cada vez mais o agricultor está assimilando bem a importância de diversificar a produção”, garantiu o secretário, que cumpre agenda no interior entregando aos municípios mudas de café clonal no programa de revitalização da lavoura cafeeira.


Fonte: Assessoria


Compartilhe com seus amigos:





www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.