FALE CONOSCO     |     INTRANET     |      QUEM SOMOS
 Assine a revista PONTO M  
SIGA O CP       ANUNCIE AQUI

Boa noite! Segunda-feira, 18 / 12 / 2017
DIA MUNDIAL
Casos de Aids têm redução de até 43%, segundo Agevisa

Data da notícia: 2017-12-01 12:28:59
Foto: Assessoria/Divulgação
Policlínica Oswaldo Cruz (POC) realiza testes rápidos nesta sexta-feira
O número de casos de Aids em Rondônia registra, no período entre 2016 e 2017, redução de 43%, segundo dados do setor de estatísticas da Agência de Vigilância em Saúde (Agevisa). Em 2016, foram confirmados 583 casos da doença, contra 408 neste ano. O perfil social da doença mostra que homens representam mais de 60% dos casos. O índice entre as mulheres é de pouco da de 31%.
De acordo com dados da Agevisa, no período de janeiro a novembro de 2017, 296 casos de Aids em homens e 113 em mulheres foram diagnosticados. Há diminuição no número de homens e mulheres diagnosticados com Aids, em comparação com o mesmo período do ano passado. A redução está ligada diretamente ao aumento da prevenção, fruto de campanhas educativas realizadas pelo governo de Rondônia em parceria com o Ministério da Saúde (MS).
Em Rondônia, no período de 2016 até 29 de novembro deste ano, foram notificadas 82 gestantes infectadas com HIV. Em 2016, foram identificadas 55 gestantes, sendo 24 gestantes em Porto Velho, 10 no município de Ariquemes, sete em Vilhena, quatro casos em Cacoal e Candeias do Jamari. Observou-se que no ano de 2017 (dados preliminares), apresentou, até o momento, menor números de casos notificados no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN), do Ministério da Saúde (MS).
De acordo com o estudo da Agevisa, os casos de Aids têm maior incidência em pessoas com idades entre 20 a 29 anos, com 195 casos registrados. O estudo mostra que na faixa etária entre 30 a 39 anos, 168 pessoas têm HIV. De 40 a 49 anos, o número é de 114 casos diagnosticados.

Dia Mundial
Para marcar o Dia Mundial de Combate à Aids, comemorado nesta sexta-feira (1º), a direção da Policlínica Oswaldo Cruz (POC), referência no atendimento de alta complexidade em Rondônia, realiza vasta programação com palestras sobre a importância da prevenção, como vivem as pessoas com a HIV que fazem o tratamento corretamente, testes rápidos para o diagnóstico da doença. Três médicos infectologistas farão palestras. Um coffee break marca o encerramento da programação.
O Núcleo Estadual de DST, Aids e Hepatites Virais tem como diretriz da atenção integral, tanto para as pessoas que vivem com HIV/Aids (PVHA), quanto para as que não vivem. A articulação da política com as redes (municipais, regionais) de atenção à saúde, parceiros intersetoriais e organizações da sociedade civil é fundamental para a efetivação dessa proposta.


Fonte: Assessoria


Compartilhe com seus amigos:





www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.