FALE CONOSCO     |     INTRANET     |      QUEM SOMOS
 Assine a revista PONTO M  
SIGA O CP       ANUNCIE AQUI

Bom dia! Quarta-feira, 24 / 01 / 2018
AUDIÊNCIA
Justiça Rápida atende cerca de 100 pessoas

Data da notícia: 2017-11-21 11:03:00
Foto: Marco Augusto
Expectativa do TJ é que 90% dos casos tenham sido resolvidos
As audiências da Operação Justiça Rápida Itinerante foram realizadas no sábado (18) na Escola Estadual Juscelino Kubitschek de Oliveira, no 2º distrito de Ji-Paraná.
No primeiro sábaado da operação, no dia 11 de novembro, foi realizada a triagem, quando cerca de 150 atendimentos foram realizados no município. Porém, segundo o Juizado Especial, muitos casos não se encaixavam na Operação Justiça Rápida.
Foram marcadas 98 audiências e o Tribunal de Justiça de Rondônia (TJ-RO) espera que mais de 90% dos processos sejam resolvidos por meio da Operação Justiça Rápida.
Segundo o judiciário, o principal objetivo do evento é oferecer atendimento à população da região na resolução de causas na área civil, proporcionando uma solução mais ágil aos processos.
Além do TJ, a operação conta com a participação do Ministério Público (MP-RO), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Defensoria Pública e juízes.
Segundo o juiz do Juizado Especial Cível e Criminal, Maximiliano Darcy David Deitos, a operação é realizada duas vezes por ano em todo estado e busca resolver casos de baixa complexidade.
“Aqueles casos mais simples ou que existe a possibilidade de acordo ou conciliações, todo aquele processo que poderia durar meses, resolvemos em apenas um dia de audiência”, explicou o juiz.
Durante a Justiça Rápida, foram solucionados casos como disputas de guarda e visitas de filhos, pensão alimentícia, reconhecimento de paternidade, divórcio consensual, reconhecimento de união estável, pequenas alterações na certidão de nascimento ou óbito e cobranças inferiores a 20 salários mínimos.

ATENDIMENTO GRATUITO
Realizado periodicamente em todo o estado, a operação presta atendimento gratuito à população nas esferas cível, criminal, família, registros públicos, infância e juventude. Comunidades distantes dos centros urbanos, tanto da periferia quanto nas regiões ribeirinhas são atendidas.


Fonte: Marco Augusto


Compartilhe com seus amigos:





www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.