FALE CONOSCO     |     INTRANET     |      QUEM SOMOS
 Assine a revista PONTO M  
SIGA O CP       ANUNCIE AQUI

Boa noite! Sexta-feira, 24 / 11 / 2017
SUBSECRETARIAS
Confúcio envia projeto para extinguir secretarias

Data da notícia: 2017-11-09 11:29:35
Foto: Assessoria/Divulgação
Governador reforçou que a reestruturação pretendida não trará mais despesas ao Poder Executivo
O governador Confúcio Moura (PMDB) encaminhou projeto para Assembleia Legislativa de Rondônia com objetivo de extinguir secretarias, transformando-as em subsecretarias. Caberá aos deputados estaduais analisarem e aprovarem a proposta.
Dentre as propostas, está a extinção da atual Diretoria de Patrimônio (DIPAT). No lugar dela, será criado a Superintendência de Patrimônio e Regularização Fundiária (SEPAT), que será vinculada e subordinada à Secretaria de Estado de Planejamento, Orçamento e Gestão (SEPOG).
Extinção da Superintendência Estadual de Políticas sobre Drogas (SEPOAD).
A proposta acaba ainda com a coordenação de socieducação da Secretaria de Estado da Justiça (SEJUS), para criar a Fundação Estadual de Atendimento Socieducativo (FEASE), vinculada à Secretaria de Estado da Assistência e do Desenvolvimento Social (SEAS).
Criação da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Infraestrutura, Ciência e Tecnologia (SEDI).
Reestruturação da Fundação de Hematologia e Hemoterapia de Rondônia (FHEMERON), com a criação de cargos em comissão e funções gratificadas para regionalização do atendimento.
Reestruturação da Fundação Cultural do Estado de Rondônia (FUNCER), atual Fundação Palácio das Artes de Rondônia (FUNPAR), transformando-a num complexo cultural.
Transformação da Secretaria de Estado da Justiça (SEJUS) em Superintendência Estadual do Sistema Penitenciário (SESP), vinculando-a à Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania (SESDEC).
E a alteração da nomenclatura da Superintendência Estadual de Assuntos Estratégicos (SEAE) para Superintendência do Estado para Resultados (EPR).

Despesas
No projeto, o governador de Rondônia reforça ainda que a reestruturação que se pretende não trará mais despesas ao Poder Executivo, uma vez que os cargos criados resultarão de remanejamento, transformação e extinção dos já existentes na estrutura organizacional da administração estadual.

Justiça
Além de falar sobre otimizar a estrutura organizacional do governo fortalecendo a governança pública, na explicativa, Confúcio Moura destacou a crise econômica que o Brasil e o mundo está enfrentando. Ele lembrou que mais de 17 estados se encontram em dificuldades para honrar salários dos servidores, e reforçou que é necessário “fazer mais com menos”.


Fonte: Assessoria


Compartilhe com seus amigos:





www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.