FALE CONOSCO     |     INTRANET     |      QUEM SOMOS
 Assine a revista PONTO M  
SIGA O CP       ANUNCIE AQUI

Boa madrugada! Terça-feira, 23 / 01 / 2018
SAÚDE
Rede básica passa por avaliação de ministério

Data da notícia: 2017-11-01 19:44:24
Foto: Assessoria/Divulgação
Serviço de saúde da cidade de Ji-Paraná ficou entre os melhores do estado de Rondônia
O Ministério da Saúde enviou técnicos para realizar uma avaliação na rede básica de saúde (RBS) de Ji-Paraná. Até o fim do ano, a rede de atenção básica dos municípios de Rondônia será avaliada por meio do Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ-AB).
Segundo a enfermeira Fernanda Leite da Silva, que colaborou na avaliação dos serviços, o resultado do trabalho será divulgado pela União em 2018. No entanto, ela afirmou que já deu para perceber que o município avançou muito e causou boa impressão. De acordo com a avaliação realizada na última semana, Ji-Paraná está entre as melhores redes de atenção básica de Rondônia.
“Já visitamos quase todos os municípios de Rondônia e vimos realidades desafiadoras. Percebemos que a rede aqui de Ji-Paraná está entre as melhores do estado, principalmente na atuação das equipes do Programa Saúde da Família. Não sei quanto à nota, mas eu particularmente gostei muito da realidade. Os profissionais estão dispostos a fazer um bom trabalho junto da população”, declarou Fernanda Silva.
O PMAQ-AB tem como objetivo incentivar gestores e equipes a melhorar a qualidade dos serviços de saúde oferecidos aos cidadãos. Para isso, propõe um conjunto de estratégias de qualificação, acompanhamento e avaliação do trabalho das equipes de saúde. O programa visa elevar o repasse de recursos do incentivo federal para os municípios participantes que atingirem melhora no padrão de qualidade no atendimento.
O diretor da Atenção Básica da Semusa, Bruno César, contou que as equipes de Saúde Bucal e os Núcleos de Apoio à Saúde da Família também foram avaliadas.
“Nos últimos quatro anos, o número de atendimento nas UBS mais que triplicou, e apesar dos desafios recebemos elogios dos entrevistadores. Isso nos ajuda a fortalecer e reorganizar os trabalhos dessa porta de entrada da saúde que é a atenção primária.”, garantiu o diretor.


Fonte: Assessoria


Compartilhe com seus amigos:





www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.