FALE CONOSCO     |     INTRANET     |      QUEM SOMOS
 Assine a revista PONTO M  
SIGA O CP       ANUNCIE AQUI

Boa madrugada! Sábado, 20 / 01 / 2018
ALVORADA DO OESTE
População do Vale do Guaporé cancela fechamento da BR-429

Data da notícia: 2017-11-01 11:41:52
Foto: Assessoria/Divulgação
O prefeito Walter Silva, vice-prefeita Karla Marcely, vereadores e empresários reunidos com representantes do MPF e PRF
Uma reunião marcada para as 14 horas da última segunda-feira (30), em Ji-Paraná, entre líderes do movimento “Asfalto Já”, que reivindicam a pavimentação de um pequeno trecho da BR-429, próximo de Alvorada do Oeste, foi cancelada na ultima hora, sem prévio aviso, do superintendente do Dnit/RO, Sérgio Mamany.
Mesmo com o não comparecimento do superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) em Rondônia, conforme estava marcado no Ministério Publico Federal em Ji-Paraná, o inspetor da Polícia Federal em Rondônia, Ribeiro, e o procurador da República, Murilo Rafael Constantino se reuniram com as lideranças de Alvorada do Oeste.
A reunião que contou com as presenças do prefeito do município, Walter Silva (PMDB), a vice-prefeita, Doutora Karla Marcelly (PSB), os vereador Mailson de Oliveira (PMDB), Doutor Diego Castro Alves Toledo, presidente da Associação Comercial Clebio Costa, representantes do movimento, Daniel Duarte, Carlos Becker, Cláudio Ferreira Martins, popular Cláudio do Lavador, e outros.
O pecuarista Daniel Duarte apresentou para o procurador relatório do que foi discutido na reunião de 26 de julho deste ano no MP de Alvorada, e do que não foi cumprido pelo superintendente, apenas o caminhão pipa continua molhando o trecho sem asfalto.
Representantes do movimento alegaram que por causa do não cumprimento do acordo, firmado dia 26 de julho pelo superintendente do Dnit, Sérgio Mamany, eles pretendiam fechar a BR-429 na área urbana de Alvorada do Oeste na sexta-feira (3).
A Polícia Federal deflagrou na manhã da última segunda-feira (30) a operação Buracos, busca provas para apurar a suspeita de desvio de verbas públicas destinadas a estradas federais nos estados do Acre e Rondônia.
O procurador Murilo Rafael Constantino e o inspetor da PF Ribeiro, propuseram que os líderes que aguardem o desenrolar da operação feita por órgãos competentes, até se reunir com o superintendente do Dnit, que não compareceu na reunião, e também não foi contatado em ligações telefônicas, para explicar ou não comparecimento na reunião.


Fonte: Assessoria


Compartilhe com seus amigos:





www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.