FALE CONOSCO     |     INTRANET     |      QUEM SOMOS
 Assine a revista PONTO M  
SIGA O CP       ANUNCIE AQUI

Boa noite! Quarta-feira, 17 / 01 / 2018
FENAPAM
Rondônia pode aumentar em até 10 vezes produção de peixe

Data da notícia: 2017-10-31 11:24:13
Foto: Divulgação
Dayvson Souza (c) disse que o apoio direcionado alavanca a produção de peixes em Rondônia
Rondônia pode aumentar em dez vezes a produção de peixe em cativeiro, saindo de cem mil para 1 milhão de toneladas, gerando no PIB (Produto Interno Bruno) rondoniense R$ 5 milhões, com o peixe vendido a cinco reais o quilo.
O cálculo é do secretário de Aquicultura e Pesca do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) Dayvson Franklin de Souza, que esteve em Ji-Paraná no último sábado (28) para prestigiar a 1ª Feira Nacional de Peixe da Amazônia (Fenapam) e a 4ª Rodada de Negócios Tambaqui de Rondônia.
A receita para isso, disse o secretário, é um apoio certo, bem cirúrgico e direcionado. “Aquecer a economia de Rondônia com essa produção representa muito para o Brasil e lá fora. Porque falamos do peixe amazônico, com alto valor agregado e valor proteico muito grande, um diferencial de Rondônia, que tem papel fundamental para alavancar essa produção”, garantiu.
Enquanto isso não ocorre, Dayvson de Souza considera que o estado pode rapidamente dobrar sua produção. “Nossa equipe técnica fez uma análise básica, conversando com produtores rurais, olhando as plantas atuais e vendo a infraestrutura, e com o que se tem, apenas otimizando o que já existe e tão somente melhorar algumas questões legais, podemos sair de cem mil toneladas para 240 mil toneladas”, previu.
Segundo ele, a Secretaria de Aquicultura e Pesca está pronta para colaborar com o estado para o ordenamento da atividade pesqueira, segurança jurídica e injeção de investimentos. Feita a análise, as ações foram iniciadas. Uma delas será elaborar um termo de cooperação com o estado para descentralizar do governo federal a emissão de licença para o aquicultor, que agora não precisará renová-la todos os anos, mas apenas de quatro em quatro anos.
“Vamos oferecer assistência técnica e fomentar a instalação de plantas frigoríficas. É preciso interiorizar a instalação de indústrias”, assegurou o secretário, enumerando ainda a retomada da estatística pesqueira por meio da Universidade Federal de Rondônia (Unir). Em sua exposição, o secretário disse que as ações tem tido o acompanhamento do mandato da deputada Marinha Raupp.

Grande Missão
O vice-governador Daniel Pereira recebeu, no ato de abertura da 4ª Rodada de Negócios Tambaqui de Rondônia, um documento assinado por Edson Aleatti e professora Jucilene Casall, membros da comissão organizadora da Fenapam, no qual são elencadas cerca de dez demandas consideradas pelos piscicultores da região central de Rondônia como entraves para o desenvolvimento do setor. Passam pelo poder público as soluções, dizem. “A grande missão é mostrar ao país a nossa capacidade de produção”, disse o vice-governador Daniel Pereira.


Fonte: Assessoria


Compartilhe com seus amigos:





www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.