FALE CONOSCO     |     INTRANET     |      QUEM SOMOS
 Assine a revista PONTO M  
SIGA O CP       ANUNCIE AQUI

Bom dia! Quarta-feira, 24 / 01 / 2018
SUSTO
Após passar mal,Temer recebe alta e deixa hospital

Data da notícia: 2017-10-25 16:01:17
Foto: Agência Brasil
O presidente Michel Temer teve alta no início da noite de quarta-feira (25) após sofrer uma obstrução urológica. Ele saiu do Hospital Militar as 20h e seguiu para o Palácio do Jaburu. Ele passou mal e foi levado para o Hospital, em Brasilia.

Ao deixar o hospital, o presidente acenou para jornalistas, fez sinal de positivo e afirmou: "Estou inteiro"'. Em nota, o Palácio do Planalto informou que Temer passa bem e repousará em casa.

Enquanto despachava no Palácio do Planalto, o presidente sentiu um desconforto e, após avaliação no departamento médico do Palácio do Planalto, foi constatada uma obstrução urológica. Temer então seguiu para o Hospital do Exército para exames e devido tratamento.

As informações estão em nota divulgada pela Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República. Temer chegou ao Palácio do Planalto por volta das 9h e na agenda constam reuniões com deputados, ministros e o governador do Tocantins, Marcelo Miranda.

Na porta do hospital, além de jornalistas, há cerca de 30 homens da Polícia do Exército. O senador Raimundo Lira, líder do PMDB no Senado, foi o primeiro parlamentar a vir ao hospital visitar Temer. Antes mesmo de entrar na unidade, ele disse que soube que o estado de saúde do presidente não é grave e associou a ocorrência ao "excesso de trabalho"'. Lira disse não estar preocupado e afirmou que espera que o fato não atrapalhe a votação na Câmara.

Votação

Desde o início da manhã parlamentares estavam reunidos no plenário da Câmara dos Deputados para a análise e votação da segunda denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o presidente Michel Temer e os ministros Eliseu Padilha e Moreira Franco.

O anúncio de que Temer tinha passado mal foi feito no plenário da Câmara durante a sessão para análise da denúncia, causando uma grande agitação, principalmente por parte da oposição, que saiu para o Salão Verde para pedir o encerramento da votação.

O deputado Beto Mansur (PRB-SP) disse que falou com presidente sobre o processo e votação duas vezes por volta das 13h30, mas não sabe se naquele momento Temer já estava no hospital. O vice-líder do governo, deputado Darcísio Perondi (PMDB-RS), informou que o presidente deverá retornar daqui a pouco ao Palácio do Planalto.


Fonte: Agência Brasil


Compartilhe com seus amigos:





www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.