FALE CONOSCO     |     INTRANET     |      QUEM SOMOS
 Assine a revista PONTO M  
SIGA O CP       ANUNCIE AQUI

Boa madrugada! Sábado, 20 / 01 / 2018
OPERAÇÃO FORTRESS
PF desarticula tráfico e lavagem de dinheiro em RO

Data da notícia: 2017-10-19 11:01:05
Foto: Divulgação
Foram apreendidos carros e dinheiro de membros da organização criminosa com sede em Porto Velho
A Polícia Federal (PF), por meio da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE/SR/DPF/RO) e do Grupo de Investigações Sensíveis (Gise/PVH), deflagrou na quarta-feira (18), a Operação Fortress para desarticular uma associação criminosa voltada para o tráfico de drogas e lavagem de capitais em diversos estados do país.
A investigação teve início no mês de maio de 2017 após o recebimento de informações de que indivíduos com antecedentes criminais relacionados com o tráfico de drogas continuavam a se dedicar a atividades criminosas, inclusive utilizando empresas constituídas em Porto Velho para lavagem do capital ilícito obtido com a venda de drogas.
As investigações possibilitaram identificar uma organização criminosa composta por inúmeras pessoas com envolvimento de longa data com o tráfico de drogas em diversos estados brasileiros, alguns com mandados de prisão em aberto decorrentes de condenações anteriores.
O trabalho de inteligência da Polícia Federal conseguiu identificar os principais responsáveis pela compra, transporte e posterior revenda das substâncias entorpecentes, em uma clara e específica divisão de tarefa entre os envolvidos.
O grupo principal tinha sede em Porto Velho, de onde comandava a aquisição das drogas e o contato com o fornecedor. Inicialmente, o transporte dos entorpecentes se realizada por via terrestre desde o estado de Rondônia até Fortaleza (CE).
Com o interesse em aumentar os ganhos ilícitos, o grupo criminoso passou a realizar o transporte pela via aérea, cabendo a responsabilidade a um segundo grupo, radicado no estado do Mato Grosso. Por fim, restou identificar o terceiro grupo responsável por receber e ocultar as cargas de entorpecentes para distribuição na capital do Ceará.
Ao longo das investigações, foram apreendidos cerca de 600 kg de cocaína nas cidades de Porto Velho, Vilhena e Juara (MT).
Em uma das abordagens foi possível realizar a interceptação de uma aeronave no exato momento em que realizava o reabastecimento para seguir viagem com destino ao Nordeste, sendo apreendidos 239 kg de cocaína no interior do avião.
Ao todo, foram expedidos 20 mandados de prisão preventiva, 6 mandados de prisão temporária, 16 de condução coercitivas, 35 mandados buscas e apreensões nos estados de Rondônia, Mato Grosso, Goiás, Acre, Amazonas, Ceará e no Distrito Federal.
Em razão dos altos lucros obtidos com a compra e venda de entorpecentes, os suspeitos possuíam um esquema altamente organizado para a lavagem dos capitais ilícitos, com a compra de imóveis, aeronaves, veículos, dentre outros bens de elevado valor.
Visando atingir o patrimônio dos investigados, foram apreendidos diversos automóveis, alguns de alto luxo e elevado valor patrimonial, uma das aeronaves utilizadas no transporte das drogas, sendo determinado, ainda, o bloqueio judicial das contas bancárias de 32 alvos e oito empresas utilizadas para a lavagem de dinheiro.
Os presos permanecem à disposição da Justiça Estadual do Estado de Rondônia.


Fonte: Assessoria


Compartilhe com seus amigos:





www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.