FALE CONOSCO     |     INTRANET     |      QUEM SOMOS
 Conheça a revista PONTO M  
SIGA O CP       ANUNCIE AQUI

Boa noite! Quarta-feira, 23 / 08 / 2017
ALIMENTAÇÃO
Nutricionista defende a volta das lancheiras para combater a obesidade

Data da notícia: 2017-05-01 10:05:23
Foto: Carla Cleto
Como a educação alimentar começa na infância, especialista recomenda que os pais optem pelas lancheiras e por privilegiar um cardápio o mais natural possível
A obesidade acontece quando a ingestão alimentar é maior que o gasto energético correspondente. Recentemente, o Ministério da Saúde (MS) divulgou o resultado de uma pesquisa que revela um dado preocupante: quase metade da população brasileira está acima do peso.

E para tentar reverter esse problema, a nutricionista Graça Cavalcante, que atua no Hospital Geral do Estado (HGE), recomenda a volta das lancheiras escolares, ao contrário dos lanches industrializados e produzidos em cantinas.

Isso porque, segundo ela, esses alimentos são ricos em sal, gorduras hidrogenadas e açúcares, que além de engordar, contribuem para o aumento dos níveis de colesterol, sódio e glicose no sangue, desencadeando as doenças cardiovasculares, o diabetes e hipertensão, por exemplo.

E como a educação alimentar começa na infância, Graça Cavalcante recomenda que os pais optem pelas lancheiras e por privilegiar um cardápio o mais natural possível, rico em frutas, pães e bolachas integrais, além de sucos da própria fruta, ao invés dos industrializados e dos refrigerantes, que além de sódio e açúcares, possuem corantes e conservantes.

Segundo estudo do Ministério da Saúde, 42,7% da população brasileira estava acima do peso no ano de 2006. Problema que também está presente entre grande parte dos alagoanos, principalmente porque não adotam hábitos de vida e alimentação saudáveis, como a prática de exercícios físicos, o que acarreta um grande número de internações no HGE, em razão de problemas cardíacos, da hipertensão e do diabetes.

“É mais fácil encontrar refrigerantes, biscoitos, frituras, massas e sorvetes no lanche diário das crianças e adolescentes. Difícil é encontrar frutas, pães e biscoitos integrais. Então a minha sugestão é que voltem a utilizar as lancheiras. Tragam de casa as frutas, misturem iogurte com aveia e granola, riscos em vitaminas e fibras. É mais viável e econômico. Para ter saúde é preciso uma atitude positiva”, aconselhou a nutricionista Graça Cavalcante.


Fonte: Carla Cleto/Agencia Alagoas


Compartilhe esta notícia com seus amigos:





www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.