FALE CONOSCO     |     INTRANET     |      QUEM SOMOS
 Conheça a revista PONTO M  
SIGA O CP       ANUNCIE AQUI

Boa madrugada! Quinta-feira, 17 / 08 / 2017
OPERAÇÃO CARIBE
Delegado da PF de Ji-Paraná vai ajudar nas investigações dos desaparecidos nas Bahamas

Data da notícia: 2017-04-15 10:50:25
Foto: Pâmela Fernandes/G1
Operação Piratas do Caribe foi realizada em janeiro deste ano
Para ajudar nas investigações dos 12 brasileiros desaparecidos nas Bahamas, entre eles, três moradores de Rondônia, o delegado da Polícia Federal (PF) de Ji-Paraná, Raphael Baggio, vai até Brasília relatar o que conhece sobre o caso à Câmara dos Deputados que enviou ao Ministério das Relações Exteriores (Itamaraty) um pedido de celeridade nas investigações. O desaparecimento ocorreu em novembro de 2016, durante uma tentativa de travessia ilegal aos Estados Unidos (EUA). Entre os desaparecidos estão três moradores de Rondônia, dos municípios de Jaru, Ji-Paraná e Ouro Preto do Oeste. A notícia foi publicada no site do G1.

Conforme o legislativo federal, o Itamaraty ficará responsável por enviar o documento ao Governo das Bahamas e cobrar agilidade no procedimento. Segundo a Câmara, uma comissão externa destinada a acompanhar os trabalhos de investigação composta por seis deputados foi instaurada. Durante as reuniões da comissão foi decidido que todos os familiares dos desaparecidos se deslocassem até a Câmara dos Deputados no final de abril, para prestar depoimentos sobre tudo o que possuem de conhecimento a respeito da travessia.

Outro encaminhamento da comissão será a presença do delegado da Polícia Federal (PF) de Ji-Paraná, responsável pela Operação Piratas do Caribe, Raphael Baggio, e uma agente da PF para também relatarem sobre o que sabem sobre o caso no dia 18 de abril.

De acordo com o secretário da comissão, Carlos Alberto Teodoro Carvalho, nenhuma autoridade brasileira foi até as Bahamas, para onde também será enviado um pedido de celeridade, até o momento para acompanhar como estaria o processo de investigação do desaparecimento dos brasileiros e saber o motivo da demora.

Desaparecimento

No início deste ano, o Fantástico, da Rede Globo, mostrou a história do desaparecimento de 12 brasileiros que embarcaram até Nassau, capital das Bahamas, e partiram para a travessia.
Eles embarcaram com dois barqueiros cubanos, cinco dominicanos e dois norte-americanos e saíram em direção a Miami, nos Estados Unidos, no dia 6 de novembro e, desde então, não houve mais informações sobre o paradeiro de todos.

Almir Vital, de 34 anos, de Jaru, um amigo de Ouro Preto do Oeste e Diego Gonçalves de Araújo, de 20 anos, de Ji-Paraná, estariam na embarcação que tentava chegar ao lado americano. Dois irmãos de Almir tentariam realizar a travessia ilegal para os Estados Unidos juntos, mas devido ao sistema de divisão de passageiros em cada embarcação, Almir acabou indo primeiro do que eles, que retornaram ao Brasil após não terem mais contato com o irmão.

Operação Piratas do Caribe

A PF prendeu no dia 13 de janeiro, em Ji-Paraná, durante a Operação Piratas do Caribe, uma pessoa suspeita de participar de uma organização criminosa de 'coiotes' responsável por levar brasileiros ilegalmente para os Estados Unidos. Os policiais também cumpriram um mandado de busca e apreensão em Ariquemes, no Vale do Jamari.

A operação foi deflagrada nos estados de Rondônia, Santa Catarina e Minas Gerais. Segundo o delegado da PF, Raphael Baggio de Luca, a ação tem o objetivo de desarticular uma ramificação brasileira de uma organização criminosa que transporta brasileiros de forma ilegal ao exterior, principalmente aos Estados Unidos, via Bahamas.

Cerca de 30 policiais participaram da operação no cumprimento de sete mandados de busca e apreensão e de prisão preventiva nos três estados. De acordo com a PF, a operação é resultado de investigações que começaram a partir do desaparecimento de um brasileiro que teria tentado entrar ilegalmente nos Estados Unidos.


Fonte: Jeferson Carlos/G1.com


Compartilhe esta notícia com seus amigos:





www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.